Indústria 4.0: Temos tudo o que você precisa para automatizar processos e produtos

A tecnologia transformou o comportamento das pessoas ao redor do mundo resultando em uma maior demanda por serviços e produtos digitais. Isso tem favorecido um ambiente dinâmico em diversos setores. Nesse contexto, a quarta revolução industrial, chamada de indústria 4.0, é marcada pela era da informação digital. O conceito foi criado na Alemanha pelo governo federal para denominar um programa criado para automatizar a manufatura e, assim, aumentar a produtividade, ampliando a competição com a indústria internacional através de fábricas inteligentes.

Para que a indústria 4.0 se aplique às necessidades industriais, é preciso a adoção de uma infraestrutura tecnológica interligada que compreende sistemas físicos e virtuais e, nesse contexto, se aplica ao IoT.

Adicionar sensores e monitorar todas as etapas do processo é uma das possibilidades que as nossas linhas permitem. A Crocus oferece uma linha de sensores de posição linear e angular perfeita para a implementação de uma fábrica automatizada.

Ao redor do mundo, países estão adotando iniciativas para desenvolver projetos voltados à Internet das Coisas ( IoT), em diversas escalas de investimentos, infraestrutura e desenvolvimento de mão de obra qualificada.

Entre as vantagens de se digitalizar os dados por meio IoT, é torná-los acessíveis em tempo real, o que sem a aplicação seria impossível. Através do processamento dos dados alcançamos uma série de benefícios diretos como diminuição dos riscos da tomada de decisão, redução do número de operações, transparência das ações, além de acabar com erros e desperdícios e ganhar tempo nos processos.

Senspider, desenvolvida pela Macnica no Japão, é uma peça chave para implementação da manutenção preditiva no chão de fábrica. Ela é capaz de coletar e processar os dados utilizando inteligência artificial sem precisar de conexão com a nuvem. Ou seja, os dados de diversas fontes, como sensores de vibração, sensores de temperatura, sensores de tensão e corrente são coletados e processados localmente, dando informação de qualidade para o operador tomar decisões e aumentar a eficiência do processo.

A implantação da Internet das Coisas na indústria será capaz de prever ações futuras e, isso, ajudará na forma de operar e manter uma planta industrial. A partir do momento em que as informações estão digitalizadas e as redes conectadas, os dados após coletados e processados possibilita uma tomada de decisão inteligente, a partir do aprendizado da própria máquina e seus processos, sem necessidade da participação de um operador.

Plataformas de processamento de dados como a FogHorn e a N3N são capazes de mostrar o status da fábrica na tela do operador, além de serem flexíveis, permitindo a criação de alertas de acordo com o status de determinadas variáveis. Como por exemplo, mostrar símbolos de alerta em máquinas que estejam aquecendo ou operando fora do comportamento esperado.

Quanto maior o consumo de tecnologias ligadas ao IoT , maior será o volume de dados conectados, e consequentemente maior serão as oportunidades de melhoria, automação e otimização dos processos relacionados a produção industrial.

indústria 4.0 tem pela frente fortes desafios, e a Macnica DHW poderá ajudar o segmento a ampliar a planta tecnológica e os serviços desenvolvidos na linha de produção.

Assista o vídeo Senspider

Matéria CROCUS

Matéria FogHorn